A Decolar usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação

Saber mais ou desativar os cookies Entendi

Um deserto com lagoas paradisíacas

Lençois Maranhenses, oásis brasileiro

O que fazer nos Lençóis: natureza de tirar o fôlego

Já pensou ver ao vivo as cores do atardecer dos Lençóis? A experiência de conhecer o lugar e se deslumbrar com a cor do mar e das paisagens pode ser vivida com ou sem aventura e pode ser apreciado a pé, a bordo de um 4x4, de helicoptero ou asa delta.

Dunas de areia branca e água azul

As lagoas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses são formadas pela ação da chuva e do vento que dão ao lugar um ar impressionista e mágico.

Fique por dentro

Como chegar aos Lençóis Maranhenses

O destino final deverá ser São Luis que conta com 3 opções para chegar a Lençóis. A primeira é por Barreirinhas, de onde sai a maioria das excursões. O segundo acesso é por Atins, uma vila de pescadores bem pé na areia. A terceira opção é Santo Amaro, ideal para ver as lagoas cheias em qualquer época do ano. Leve em conta que os voos chegam à noite.

#ficaadica

1.

Roupas leves

Com temperaturas entre 25 e 34 graus, a aposta é em roupas leves e com proteção UV. Também não se esqueça de um boné ou chapéu.

2.

Repelente

Devido ao calor e a alta umidade, a presença de mosquitos é constante, por isso não se esqueça do repelente.

3.

Dinheiro

Lembre-se de levar dinheiro em espécie porque as cidadezinhas de Santo Amaro e Atins não costumam aceitar cartão.

4.

Água e comida

A maioria das excursões são de dia completo, portanto, lembre-se de levar lanchinhos e água mineral.

5.

Impermeável

De fevereiro a maio, não se esqueça da capa de chuva. De junho a janeiro, a bolsa impermeável é ideal para proteger da areia e da água.